Por que algumas cidades brasileiras têm como padrão 220V e não 110V?

Você já foi viajar e quando chegou no lugar viu que não conseguiria usar seus eletrônicos por que as tomadas não têm 110V? Sabe por que isso acontece?

Em algumas cidades no Brasil, o padrão 220v é usado, porém tanto em partes do nosso país como em outros, foi mantido o “padrão americano” de 110 volts.

Em 1880 o padrão americano (110 volts) pedia cabos mais caros e mais fortes, pois precisavam ser feitos de cobre puro e o que chega nas residências com uma voltagem menos perigosa, porém menor.

O padrão europeu (220 volts), tinha mais tensão e um menor número de perdas, porém não tão segura, ainda mais em um período em que a eficiência energética não era uma marca.

A escolha do uso de volts para cada cidade é realizada pelas companhias elétricas locais, pois são elas as responsáveis por montar suas redes elétricas e elas escolheram qual seria a tensão.

Por que algumas cidades têm como padrão 220v e não 110v? Porque esses municípios são mais jovens e optarem por ter um padrão com diferença de tensão maior. Sem falar que atualmente, a segurança no emprego da eletricidade é muito maior do que antigamente.

Sendo assim, fica fácil entender, porque no Brasil não há um padrão único quando o assunto é tensão, pois quem definiu isso foram as primeiras concessionárias de energia elétrica que começaram a operar há mais de dois séculos.

WhatsApp chat